Please enable JavaScript to view the comments powered by Disqus.

A importância do Sistema de Gestão da Qualidade para as Organizações

O SGQ ajuda as Organizações á terem um sucesso sustentável?

O Sistema de Gestão da Qualidade gerencia a interação de processos e recursos necessários para agregar valor e realizar resultados para as partes interessadas pertinentes. continue reading

Por que buscar uma Certificação ISO 9001?

É realmente um fator de diferenciação para as Organizações?

Certificação é um conjunto de atividades desenvolvidas por um organismo independente, com o objetivo de atestar publicamente, por escrito, que determinado produto, processo ou sistema está em conformidade com os requisitos especificados. Esses requisitos podem ser nacionais, estrangeiros ou internacionais. continue reading

Fundamentos básicos da qualidade

Existem cinco abordagens principais para a definição de qualidade

Há uma variedade de conceitos e definições de qualidade na literatura especializada e em áreas afins. Segundo Garvin, “existem cinco abordagens principais para a definição de qualidade: transcendental, baseada no produto, baseado no usuário, baseado na produção e baseada no valor”. continue reading

Gestão da Qualidade na atualidade como fator estratégico

"Qualidade não é obrigatória, sobrevivência também não" W. E. Deming

a qualidade passou a ser discutida na agenda estratégica do negócio, e o mercado passou a valorizar quem a possuía e a punir as organizações hesitantes ou focadas apenas nos processos clássicos de controle da qualidade. continue reading

Evolução do Processo da Qualidade

As mudanças nos processos da Qualidade vieram de acordo com a evolução do Mercado

Qualidade é um conceito espontâneo e intrínseco a qualquer situação de uso de algo tangível, a relacionamentos envolvidos na prestação de um serviço ou a percepções associadas a produtos de natureza intelectual, artística, emocional e vivencial. continue reading

A importância da Gestão da Qualidade

A qualidade dos produtos e serviços inclui não apenas sua função e desempenho pretendidos, mas também seu valor percebido e o benefício para o cliente.

A qualidade dos produtos e serviços de uma organização é determinada pela capacidade de satisfazer os clientes e pelo impacto pretendido e não pretendido nas partes interessadas pertinentes. continue reading

Por que as Organizações precisam tanto das Lideranças para estabelecer e melhorar a Qualidade?

Na atual versão da ISO 9001, a Liderança consolidou-se como essencial para efetividade do Sistema de Gestão da Qualidade

Os especialistas, de modo geral, define liderança como a habilidade de montar equipes de alto desempenho e motivar as pessoas a buscar um desempenho cada vez melhor, atingindo ou superando metas de desempenho pessoais e organizacionais, sempre considerando, respeitando e responsabilizando-se por aspectos éticos e socioambientais. continue reading

A importância da Padronização e Melhoria nas Organizações

Não basta padronizar processos, métodos, produtos e serviços. É preciso melhora-los continuamente

A padronização também é importante para permitir a análise crítica e a consequente melhoria dos processos e métodos da empresa, pois propicia uma perspectiva concreta do que analisar e melhorar. continue reading

A evolução das Normas ISO

As Normas ISO possuem um papel muito importante no mundo globalizado,.

A ISO é uma organização não-governamental internacional, que reúne mais de uma centena de organismos nacionais de normalização. Representando países que respondem por cerca de 95% do PIB mundial, tem por objetivo promover o desenvolvimento da padronização e de atividades correlacionadas, de forma a possibilitar o intercâmbio econômico, cientifico e tecnológico em níveis mais acessíveis aos aludidos organismos (Marshall Jr. 2001). continue reading

Os Princípios da Qualidade influenciam de forma direta o Propósito da Organização

As normas ISO 9000:2015 e ISO 9001:2015 apresentam sete princípios de gestão da qualidade.

Com o crescimento da globalização, a gestão da qualidade tornou-se fundamental para a liderança e para o aperfeiçoamento contínuo de todas as organizações. continue reading

Foco no cliente

Princípio da Qualidade 1

O foco principal da gestão da qualidade é atender às necessidades dos clientes e empenhar-se em exceder as expectativas dos clientes. continue reading

Liderança

Princípio da Qualidade 2

Líderes em todos os níveis estabelecem uma unidade de propósito e direcionamento e criam condições para que as pessoas estejam engajadas para alcançar os objetivos da qualidade da organização. continue reading

Engajamento das pessoas

Princípio da Qualidade 3

Pessoas competentes, com poder e engajadas, em todos os níveis na organização, são essenciais para aumentar a capacidade da organização em criar e entregar valor. continue reading

Abordagem por processos

Princípio da Qualidade 4

Um resultado desejado é alcançado mais eficientemente quando as atividades e os recursos relacionados são gerenciados como um processo. continue reading

Melhoria contínua

Princípio da Qualidade 5

As organizações de sucesso têm um foco contínuo na melhoria que é um fator essencial para uma organização melhorar os atuais níveis de desempenho, reagir ás mudanças em suas condições internas e externas e criar novas oportunidades. continue reading

Tomada de decisão baseada em evidências

Princípio da Qualidade 6

Decisões mais eficazes são baseadas na análise de dados e informações.  continue reading

Gestão de relacionamento

Princípio da Qualidade 7

Relacionar-se bem com suas partes interessadas é fator decisivo para o sucesso sustentável das organizações. continue reading

4.1 Entendendo a organização e o seu contexto

Como a Organização deve gerenciar as influências e interferências internas e externas?..

As boas práticas de gestão recomendam que as empresas definam prioridades de melhoria a partir da análise de desempenho em objetivos que sejam estratégicos para a sobrevivência e prosperidade do negócio. continue reading

4.2 Entendendo as necessidades e as expectativas das partes interessadas

" Os Stakeholders podem influenciar ou afetar, a capacidade da Organização fornecer consistentemente produtos e serviços conformes."

Esta seção está intimamente associada à seção 4.1 Entendendo a organização e o seu contexto, porque é difícil entender o contexto da Organização sem entender as necessidades e expectativas das partes interessadas, e como podem afetar a Organização, sendo que o inverso também é verdadeiro... continue reading

4.3 Determinando o escopo do sistema de gestão da qualidade

"Os limites do sistema e a aplicabilidade de cada requisito influencia na formatação de cada processo da organização..."

Os limites do sistema também podem ser analisados na perspectiva dos limites físicos ou geográficos da Organização e do esclarecimento do que a Organização efetivamente faz... continue reading

4.4 Sistema de gestão da qualidade e seus processos

"Esta seção estabelece os requisitos do sistema de gestão da qualidade através da abordagem por processos, interligada com o ciclo PDCA para a melhoria contínua, e integra o pensamento baseado em risco. "

A abordagem por processos é um dos sete princípios de gestão da qualidade nos quais a ISO 9001 é baseada. Diz que “resultados consistentes e previsíveis são atingidos de modo mais eficaz e eficiente quando as atividades são compreendidas e geridas como processos inter-relacionados que funcionam como um sistema coerente”.  continue reading

5.1 Liderança e compromentimento

A implementação e manutenção de um sistema de gestão da qualidade depende fundamentalmente da liderança.

Não adianta mais ter um especialista no sistema de gestão da qualidade na empresa se os demais gestores não estiverem engajados  continue reading

5.1.2 Foco no cliente

"Identificar requisitos, determinar quais são aplicáveis, compreendê-los e traduzi-los em produtos e serviços, fornecê-los de modo consistente e exceder expectativas, tem uma complexidade variável...."

Nesta seção, a ISO 9001:2015 estabelece que a alta gerencia deve demonstrar liderança e comprometimento com o princípio de foco no cliente e com as práticas gerenciais que fortaleçam o foco no cliente. continue reading

5.2 – Política da Qualidade

A organização deve estabelecer uma Politica da Qualidade para nortear as diretrizes da gestão da qualidade.

A política da qualidade de uma organização deve ser uma declaração da organização da organização sobre seus princípios e valores relacionados á gestão da qualidade.  continue reading

5.3 Papéis, responsabilidades e autoridades organizacionais

Delegar é o processo pelo qual a alta direção distribui responsabilidades e confere autoridades às pessoas.

A Organização e as pessoas sabem quem deve (ou não deve!) fazer o quê, com que autoridades e quais as responsabilidades continue reading

6.1 Ações para abordar riscos e oportunidades

A ISO 9000:2015 define risco como o efeito da incerteza.

Os riscos e oportunidades a serem determinados e tratados são os que: a) Podem afetar a capacidade de atingir os resultados pretendidos do sistema de gestão da qualidade; b) Potencializam efeitos desejáveis; c) Têm potencial de causar efeitos indesejados, devendo ser prevenidos ou reduzidos; d) Permitem obter melhorias. continue reading

6.2 Objetivos da qualidade e planejamento para acançá-los

Quando a organização estabelece os objetivos da qualidade, ela deve também estabelecer um planejamento que especifica como irá atingir esses objetivos.

A seção 6.2 está dividida em 6.2.1 e 6.2.2, relativas e respetivamente, aos requisitos para a definição dos objetivos e ao seu planejamento.  continue reading

6.3 Planejamento de mudanças

Quando a organização estabelece a necessidade de mudanças, ela deve fazer de forma planejada, analisando sua abrangência e seu impacto...

Nos atuais contextos é indispensável que as Organizações tenham capacidade de lidar com as mudanças internas ou externas, quer para que estas não tenham impacto negativo na Organização, quer para introduzir mudanças e aproveitar oportunidades que vão surgindo, com a agilidade organizacional adequada. continue reading

7.1 Recursos

As Organizações utilizam os recursos para atingir os seus objetivos. Nesse sentido, a Organização deve considerar as capacidades e as restrições dos recursos internos existentes e o que é necessário ser obtido de fornecedores externos...

Para que um sistema de gestão da qualidade seja implementado com eficácia , é necessário que a organização disponha e gerencie os recursos necessários... continue reading

7.1.2 Pessoas

As pessoas são de extrema importância para o sucesso das Organizações, pois são as pessoas que gerenciam as empresas, executam e controlam atividades e processos, e asseguram o alcance dos resultados pretendidos. ...

É essencial que a Organização assegure que tem as pessoas que precisa e reconheça que o fator humano é fundamental na implementação eficaz do sistema de gestão da qualidade e na operação e controle dos processos.  continue reading

7.1.3 Infraestrutura

A determinação da infraestrutura necessária é uma atividade de planejamento, a ser equacionada no planejamento do sistema de gestão da qualidade, no desenho dos seus processos e no planejamento operacional.

A disponibilização de recursos é uma decisão da alta direção. Muitas vezes esses recursos são os já existentes na Organização quando decide implementar e manter o sistema de gestão da qualidade, competindo à Organização determinar se os mesmos são adequados para o fim pretendido. Quando pensa introduzir mudanças ou adquirir novos recursos, deve determinar a sua adequação. continue reading

7.1.4 – Ambiente para a operação dos processos

O ambiente apropriado aumenta a probabilidade da empresa obter produtos e serviços com qualidade

As condições requeridas para este ambiente variam consideravelmente, dependendo da natureza das atividades da Organização e dos produtos e serviços fornecidos. continue reading

7.1.5 Recursos de monitoramento e medição

7.1.5.1 Generalidades

Os requisitos para o monitoramento e medição, a todos os níveis do sistema de gestão da qualidade e seus processos, são definidos em 9.1.1 onde, entre outros, se requer que sejam determinados os métodos necessários para assegurar resultados válidos... continue reading

7.1.5.2 Rastreabilidade da medição

Quando a rastreabilidade da medição é um requisito – por exemplo requisito legal ou normativo, de um cliente - ou é considerada pela Organização como parte essencial para proporcionar confiança na validade dos resultados das medições...

Quando a rastreabilidade da medição é um requisito – por exemplo requisito legal ou normativo, de um cliente - ou é considerada pela Organização como parte essencial para proporcionar confiança na validade dos resultados das medições continue reading

7.1.6 Conhecimento organizacional

A gestão do conhecimento organizacional envolve outras práticas essenciais para a gestão da qualidade e gestão do desempenho organizacional, como aprendizagem organizacional, gestão de competências e gestão do capital intelectual.

A gestão de conhecimento nas organizações ganhou relevância nas últimas décadas como um dos pilares do processo de inovação, melhoria e mudança... continue reading

7.2 Competência

A Organização determina, adquire, desenvolve e assegura as competências das pessoas necessárias para o bom desempenho e eficácia do sistema de gestão da qualidade?

Pessoas com alto desempenho demonstram possuir as competências necessárias, agem de acordo com os valores da organização e entregam os resultados esperados. Alto potencial significa que a pessoa tem a habilidade para assumir responsabilidades mais abrangentes e complexas conforme as necessidades do negócio demandem mudanças... continue reading

7.3 Conscientização

As pessoas compreendem e estão conscientes da necessidade da sua contribuição para a eficácia do sistema e melhoria do desempenho?

A conscientização é um elemento essencial para que as pessoas se envolvam com a gestão da qualidade e melhoria... continue reading

7.4 Comunicação

A Organização comunica interna e externamente a informação relevante, no momento certo e com o seu público certo?

A comunicação pode ser mais intensa em determinados momentos, como na implantação do sistema de gestão e em momentos de revisão, auditorias internas e externas; mas não pode deixar diminuir sua importância e relevância para o estabelecimento da conscientização e o comprometimento de “todos” para a consolidação de práticas e com a melhoria continua... continue reading

7.5 Informação documentada

7.5.1 Generalidades

A norma estabelece que o sistema de gestão da qualidade da organização deve incluir documentos que sejam exigidos pela ISO 9001:2015, assim como outros documentos que a organização considere essenciais para que o sistema de gestão da qualidade gere os resultados esperados. continue reading

7.5.2 Criando e atualizando

É boa prática que a Organização determine regras para a aplicação deste requisito de modo uniforme e padronizado, ou seja, como são criados e atualizados os seus documentos.

Esta seção define os requisitos e as atividades que asseguram a correta criação e atualização da informação documentada. continue reading

7.5.3 Controle de informação documentada

Para garantir disponibilidade, adequação e segurança...

O controle da documentação deve assegurar que a informação documentada está disponível no local e momento apropriado, e é adequada para o uso pretendido... continue reading

8.1 Planejamento e controle operacionais

A Organização planeja, executa e controla os processos necessários ao fornecimento do produto e prestação do serviço para assegurar a conformidade com os requisitos...

No planejamento do sistema da qualidade, o principio de abordagem pro processo deve ser usado para mapear as atividades de operação e de suporte e, a partir dessa visão dos processos e recursos envolvidos na operação, planejar as atividades de gestão da qualidade... continue reading

8.2.1 Comunicação com o cliente

A comunicação com o cliente é fundamental para compreender as suas necessidades e expectativas e para o alcance dos resultados pretendidos do sistema de gestão da qualidade...

A comunicação com o cliente é um dos primeiros passos para o atendimento dos requisitos dos clientes. continue reading

8.2.2 Determinação de requisitos de produtos e serviços

Antes de determinar os requisitos relacionados com os produtos e serviços, a Organização deve refletir sobre “Quem é o Cliente”?, o que ele quer e se a Organização tem a condição de atendê-lo...

Os requisitos podem ser determinados por diferentes partes interessadas, pela própria Organização, serem necessários para alcançar a satisfação ou cumprir com uma expectativa do cliente, ou ainda para cumprimento legal... continue reading

8.2.3 Análise crítica dos requisitos de produtos e serviços

A Organização deve assegurar que tem capacidade para cumprir com os requisitos dos produtos e serviços que vai propor aos clientes...

Uma vez identificados os requisitos dos clientes, cabe á organização fazer uma análise crítica da capacidade da organização em atendê-los. Uma ocorrência bastante comum na fase de comercialização de um produto ou serviço é a aceitação de um pedido de fornecimento sem a prévia avaliação sobre a real capacidade da organização em atender esses requisitos... continue reading

8.2.4 Mudanças nos requisitos para produtos e serviços

Os requisitos para produtos e serviços podem ser alterados por iniciativa do cliente, por necessidade da Organização ou por questões legais.

Os requisitos para produtos e serviços podem ser alterados por iniciativa do cliente, por necessidade da Organização ou por questões legais... continue reading

8.3 Projeto e desenvolvimento de produtos e serviços

8.3.1 Generalidades

Um processo de projeto e desenvolvimento procura a completa determinação prévia dos requisitos aplicáveis e a verificação a tempo da sua conformidade, diminuindo a probabilidade de ocorrência de problemas em fases posteriores... continue reading

8.3.2 Planejamento de projeto e desenvolvimento

O planejamento deve incluir as etapas, entendidas como elementos que conduzem a resultados planejados, pré-estabelecidos e que são passíveis de serem controlados...

O plano deve incluir as etapas, entendidas como elementos do plano que conduzem a resultados planejados, pré-estabelecidos e que são passíveis de serem controlados. continue reading

8.3.3 Entradas de projeto e desenvolvimento

Neste ponto estabelece-se a necessidade da Organização determinar os requisitos essenciais, determinantes para a adequação ao uso, para os tipos específicos de produtos e serviços objeto de projeto e desenvolvimento

Um elemento importante a considerar na determinação dos requisitos essenciais é a conformidade legal e a conformidade com normas ou códigos de conduta que a Organização se tenha comprometido a implementar, e que sejam aplicáveis ao produto ou serviço continue reading

8.3.4 Controles de projeto e desenvolvimento

As atividades planejadas devem ser controladas na sua execução perante ao planejamento para verificar se os resultados pretendidos são atingidos.

A norma estabelece que as revisões devem ser “conduzidas para avaliar a aptidão dos resultados do projeto e desenvolvimento para satisfazer os requisitos” e que “as atividades de verificação devem ser conduzidas para assegurar que as saídas do projeto e desenvolvimento satisfazem os requisitos de entrada” continue reading

8.3.5 Saídas de projeto e desenvolvimento

Na sequência de todas as atividades, desde o planejamento à validação do projeto e desenvolvimento, são produzidas saídas que deverão permitir demonstrar a satisfação dos requisitos de entrada.

As saídas de projeto e desenvolvimento devem especificar as características do produto ou serviço que são essenciais para o uso pretendido e para o seu fornecimento adequado e seguro.  continue reading

8.3.6 Mudanças de projeto e desenvolvimento

Em qualquer fase do projeto e desenvolvimento, desde a determinação das entradas, até às atividades de validação e após produção ou fornecimento do serviço, podem ser identificadas necessidades de mudanças

Em qualquer fase do projeto e desenvolvimento, desde a determinação das entradas, até às atividades de validação e após produção ou fornecimento do serviço, podem ser identificadas necessidades de mudanças. continue reading

8.4 Controle de processos, produtos e serviços providos externamente

8.4.1 Generalidades

A Organização define requisitos, seleciona os fornecedores e estabelece os controles necessários para garantir a conformidade necessária dos processos, produtos e serviços provenientes do exterior? continue reading

8.4.2 Tipos e extensão de controle

A definição do controle a estabelecer deve suportar-se no pensamento baseado em risco.

A Organização deve ter consciência de que os processos contratados permanecem sob o controle da Organização, devendo o controle ser adequado às potenciais consequências. continue reading

8.4.3 Informação para provedores externos

Esta seção determina que a Organização assegure a adequação dos requisitos que vai aplicar aos fornecedores externos antes de os comunicar e identifica os aspectos relevantes que a Organização deve comunicar aos fornecedores externos.

A informação sobre quantidades, prazos, locais de entrega e resultado do serviço, são igualmente requisitos a detalhar nos documentos de compra. No caso dos processos, a comunicação aos fornecedores dependerá em grande parte do conhecimento por parte da Organização relativamente aos produtos ou serviços a fornecer. continue reading

8.5.1 Controle da produção e fornecimento de serviço

A Organização produz e fornece produtos e serviços sob condições planejadas e controladas, que assegurem e demonstrem a sua conformidade, incluindo as atividades pós entrega?

A Organização produz e fornece produtos e serviços sob condições planejadas e controladas, que assegurem e demonstrem a sua conformidade, incluindo as atividades pós entrega?  continue reading

8.5.2 Identificação e Rastreabilidade

Na ISO 9001:2015, a identificação é um requisito que deve ser aplicado às saídas dos processos quando necessário, para assegurar a conformidade dos produtos e serviços.

Na ISO 9001:2015, a identificação é um requisito que deve ser aplicado às saídas dos processos quando necessário, para assegurar a conformidade dos produtos e serviços. continue reading

8.5.3 Propriedade dos clientes ou dos provedores externos

Existe uma preocupação crescente da sociedade relativamente à fraude, roubo de identidade e uso abusivo de informação pessoal, pelo que a proteção dos dados pessoais deve ser considerada pela Organização nos critérios para proteção da propriedade do cliente ou do fornecedor externo, conforme apropriado.

É cada vez mais comum as Organizações terem acesso ou manterem dados pessoais dos clientes e fornecedores. A proteção de dados pessoais está legislada, pelo que, caso a Organização tenha informação pessoal de clientes e fornecedores, deve atender aos requisitos legais. continue reading

8.5.4 Preservação

Os requisitos desta seção visam assegurar a preservação do produto e do serviço em todas as suas fases, para garantir a conformidade continuada com os requisitos e prevenir a sua deterioração, perda, extravio, roubo, mudança, obsolescência e validade.

Existem, frequentemente, requisitos do cliente e legais aplicáveis à preservação do produto, podendo também existir requisitos relevantes de outras partes interessadas. continue reading

8.5.5 Atividades pós entrega

A Organização deve fornecer produtos e serviços sob condições controladas, incluindo a implementação de atividades posteriores à entrega, quando aplicável.

A Organização deve fornecer produtos e serviços sob condições controladas, incluindo a implementação de atividades posteriores à entrega, quando aplicável. continue reading

8.5.6 Controle de mudanças

As mudanças acontecem frequentemente no dia-a-dia das Organizações pelas mais diversas razões

As mudanças acontecem frequentemente no dia-a-dia das Organizações pelas mais diversas razões continue reading

8.6 Liberação de produtos e serviços

Uma das finalidades da ISO 9001 é assegurar a conformidade dos produtos e serviços com os seus requisitos.

A Organização garante que os produtos ou serviços cumprem os requisitos, antes da sua entrega ao cliente? continue reading

8.7 Controle de saídas não conformes

Esta seção esclarece, assim, que o controle de produtos e serviços não conformes não é um “controle final” mas determinado nos processos em fases distintas do mesmo

A Organização identifica e controla as saídas dos processos, os produtos e serviços que não cumprem os requisitos, prevenindo a sua utilização ou entregas não pretendidas? continue reading

9.1 Monitoramento, medição, análise e avaliação

O desempenho e a eficácia do sistema de gestão da qualidade são alcançados na medida em que a Organização fornece, consistentemente, produtos e serviços que satisfaçam tanto os requisitos do cliente como legais aplicáveis e, por outro lado, aumente a satisfação do cliente através da aplicação eficaz do sistema.

O desempenho e a eficácia do sistema de gestão da qualidade são alcançados na medida em que a Organização fornece, consistentemente, produtos e serviços que satisfaçam tanto os requisitos do cliente como legais aplicáveis e, por outro lado, aumente a satisfação do cliente através da aplicação eficaz do sistema.  continue reading

9.1.2 Satisfação do Cliente

As Organizações devem conhecer a percepção do cliente sobre o grau em que os produtos e serviços fornecidos satisfazem as suas necessidades e expectativas.

A satisfação do cliente é o principal indicador de resultado da eficácia do sistema de gestão da qualidade. E, obviamente, tem também por propósito aferir se a organização está sendo bem-sucedida em sua missão básica de prover produtos e serviços que atendam satisfatoriamente seus clientes... continue reading

9.1.3 Análise e Avaliação

A avaliação de resultados deverá ser efetuada com base na comparação com as referências determinadas pela Organização, no âmbito do sistema de gestão da qualidade, tais como: objetivos da qualidade, indicadores de processos, metas, especificações internas ou de cliente, requisitos legais, prazos, etc.

A avaliação de resultados deverá ser efetuada com base na comparação com as referências determinadas pela Organização, no âmbito do sistema de gestão da qualidade, tais como: objetivos da qualidade, indicadores de processos, metas, especificações internas ou de cliente, requisitos legais, prazos, etc. continue reading

9.2 Auditoria Interna

A Organização assegura que são realizadas auditorias internas para avaliar a conformidade com as disposições planejadas e os requisitos desta norma, determinando se o sistema está implementado e é mantido com eficácia?

A Organização assegura que são realizadas auditorias internas para avaliar a conformidade com as disposições planejadas e os requisitos desta norma, determinando se o sistema está implementado e é mantido com eficácia? continue reading

9.3 Análise Crítica da Direção

A ISO 9001:2015 requer que a análise crítica da direção ocorra em intervalos planejados, determinados pela Organização...

A ISO 9001:2015 requer que a análise crítica da direção ocorra em intervalos planejados, determinados pela Organização... continue reading

10 Melhoria

A organização promove ações de melhoria para atender aos requisitos dos clientes e aumentar a sua satisfação?

A ISO 9001:2015 requer que a Organização determine e selecione oportunidades de melhoria, promovendo agora um conceito de melhoria mais abrangente do que a melhoria contínua da eficácia do sistema de gestão da qualidade. continue reading

10.2 Não conformidade e ação corretiva

A Organização identifica falhas e descumprimentos, corrige-os, investiga as causas e toma ações para prevenir a recorrência, assegurando a melhoria?

...As não conformidades podem ser detectadas interna ou externamente, ter origem em reclamações de clientes, identificadas no controle das saídas não conformes de processos, produtos ou serviços (8.6), em auditorias internas ou externas... A ação corretiva é uma ação dirigida para eliminar causas da não conformidade, para que esta não volte a acontecer ou não aconteça noutro ponto do sistema de gestão da qualidade.  continue reading

10.3 Melhoria contínua

A Organização melhora continuamente o desempenho, a adequação e a eficácia do sistema de gestão da qualidade?

...a melhoria contínua não pode ser baseada apenas em problemas identificados, devendo também contemplar as possibilidades de aperfeiçoar resultados do sistema, processos, produtos e serviços fornecidos... continue reading

ISO 9001:2015 – Estrutura de alto nível HLS

A nova Norma ISO está mais estratégica e mais fácil de ser integrada com as Normas de Gestão Ambiental e de SSO

O ideal é a empresa não deixar para adequar no limite final de tempo continue reading

ISO 9001:2015 – Calendário de transição

Temos que ficar atentos ao calendário de mudanças...

O ideal é a empresa não deixar para adequar no limite final de tempo continue reading

Anexo A da ISO 9001:2015 – Saiba o que é

A ISO 9001:2015 inclui o Anexo A como parte da Norma, para explicar as mudanças que aconteceram...

O Anexo A da Norma ISO 9001:2015 traz explicações importantes sobre alguns aspetos que mudaram em relação á versão anterior de 2008 continue reading

ISO 9001:2015 – As principais mudanças

Os impactos e efeitos da nova versão

A nova versão da NBR ISO 9001 está menos burocrática e mais estratégica, o que será um grande ganho para os negócios de várias naturezas continue reading

Por que as Empresas perdem Clientes?

Poucas sabem por que perderam e muitas não tentar restabelecer a confiança..

Hoje, vivemos tempos de grande estimulo á competitividade, aliado a um crescente grau de exigência dos clientes, precisamos aperfeiçoar a qualidade do atendimento a clientes, agindo de forma proativa, preventiva e permanente para um crescimento saudável e consistente de nossos negócios. continue reading

Fidelização de Clientes

A Importância da Fidelização de Clientes

A Fidelização de Clientes é fundamental para o crescimento do seu Negócio.. continue reading

E-book Grátis

As Principais Mudanças da ISO 9001:2015

A ISO 9001 mudou.... E essas mudanças trouxeram inúmeros benefícios para você que trabalha com "Qualidade" e para as Organizações que entregam "Qualidade"... Esse e-book reúne as Principais Mudanças e como sua Organização e VOCÊ poderá se beneficiar disso... continue reading

Curso 100% online: Interpretação e Aplicação dos Requisitos da ISO 9001:2015

A Inscrição leva menos de 2 minutos e você ainda ganha 02 BÔNUS EXCLUSIVOS

Treinamento de Interpretação e Aplicação dos Requisitos a ISO 9001:2015 continue reading

Formulários conforme ISO 9001:2015

Formulários para serem editados e adequados conforme a necessidade do seu Sistema de Gestão da Qualidade

Esses Formulários por enquanto não estão á vendas, eles estão sendo oferecidos como Bônus para quem comprar o "Treinamento de Interpretação dos Requisitos d continue reading

E-book de Bônus

Comentários dos Requisitos da ISO 9001:2015

Ganhe um E-book Comentários dos Requisitos da ISO 9001:2015 continue reading

Serviços

Em que atuamos:

atuamos em... continue reading

Sobre

Efetiva Performance - Consultoria e Treinamentos

A Efetiva Performance apresenta soluções inovadoras em Sistema de Gestão da Qualidade... continue reading

Posts Mais Acessados

Inscreva-se